Um caderno de leituras

"esguias Graças, Musas de mais magas tranças,
vinde, vinde agora"

Safo

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

EDNA ST. VINCENT MILLAY


reprodução

Edna St. Vincent Millay


LAMENTO

ESCUTEM, crianças,
Seu pai está morto.
De seus velhos casacos
Eu lhes farei pequenas jaquetas;
Eu lhes farei pequenas calças
Das calças velhas dele.
Haverá nos bolsos dele
Coisas que ele costumava pôr lá:
Chaves e centavos
Cobertos com tabaco.
Dan terá os centavos
Para colocar na poupança;
Anne terá as chaves
Para fazer bastante barulho.
A vida deve continuar
E o morto ser esquecido;
A vida deve continuar
Embora bons homens morram.
Anne, coma seu café da manhã;
Dan, tome seu remédio.
A vida deve continuar
Eu apenas esqueço porquê.

Tradução de Marcilio Medeiros

2 comentários:

Ana de Baskerville disse...

belo demais este poema.

estou procurando traduções da millay.

se, por acaso, tiver, poderia me informar?

desde já agradeço

ps. passeando pelo blog...

Marcilio Medeiros disse...

Oi,
obrigado pela visita.
não há livros da Millay editados no Brasil.
este ano, saiu alguns poemas dela na coletânea 'Do Jeito Delas: Vozes Femininas de Língua Inglesa', edição póstuma de traduções de Jorge Wanderley, lançada pela 7 Letras.
na web, é possível também encontrar alguns textos em português.
abs